Os cuidados com o mar são sempre necessários. Os riscos vão além de praias poluídas: tubarões, correntes marítimas, animais marinhos, tempestades, doenças e muitos perigos que se não conhecidos, podem acabar com as férias de uma pessoa. Siga as dicas de segurança: procure conhecer bem o local e não ultrapasse o limite de água (na altura do peito). No período de ondas fortes, procure não entrar na água e vá às praias mais movimentadas. Procure também orientações do salva-vidas para os melhores lugares de banho.

Praias poluídas

Lixo na praia.Muitas praias do litoral brasileiro estão poluídas. Seus banhistas desrespeitam as leis de preservação ambiental e acabam trazendo problemas não só para o meio, mas para ele também. Há locais menos visitados onde a beleza típica reina e os animais tanto marinhos quanto terrestres aproveitam a limpeza e a qualidade de seu habitat. Grupos se reúnem para desfrutar dos benefícios que o mar pode trazer, mas muitos se esquecem de manter a ordem no local.

Pontas de cigarro, tampas de garrafas, lixo na costa, nas proximidades, nos bueiros e galerias, vegetação destruída, desrespeito à cultura do povo da região, animais que são aprisionados e mantidos em cativeiro, sacolas de nylon jogadas pelo mar trazendo riscos às tartarugas marinhas. Esses são alguns dos prejuízos que o homem tem causado ao litoral do Brasil, impedindo, assim, que espécies se reproduzam e, também, o bom convívio na praia entre banhistas. Lugar sujo é um lugar impróprio para o uso e lá só habitará microorganismos nocivos ao ser humano. Veja algumas das doenças advidas da poluição das águas:

  • Gastrenterite;
  • Cólera;
  • Disenteria;
  • Esquitossomose;
  • Hepatite A;
  • Febre Tifoide;
  • Contato com algas tóxicas;
  • Resíduos industriais tóxicos;
  • Irritações e infecções, etc.

O ideal a se fazer é: quando você vir uma praia desse modo, procure retirar o máximo de lixo que encontrar. Todos são responsáveis por manter a praia limpa se quiserem usufruir dela.

Outro perigo são os ataques de tubarões. Tomar banho ou praticar esportes em áreas de risco é motivo de advertência para população. Em algumas praias existem placas de alerta que, geralmente, indicarão ao banhista até que ponto ele deverá entrar no mar. Por isso, quando você estiver em locais como esses, atente-se às dicas:

  • Busque as orientações sobre banhistas e surfistas e procure praias com salva-vidas;
  • Tome banho, apenas, nas marés baixas e locais que possuam recifes;
  • Procure locais onde a profundidade atinja acima da altura do umbigo;
  • Se estiver alcoolizado, fique fora da praia;
  • Os horários de caça dos tubarões ocorrem pela manhã, bem cedo, e no final da tarde. Portanto atente-se;
  • Em tempos nublados ou de ondas fortes, evite contato com o mar;
  • Joias e bijuterias podem atrair cardumes;
  • Mantenha os animais longe da praia;
  • Divirtam-se no mar, mas faça isso em grupos e evite entrar na água com qualquer tipo de sangramento;
  • Respeite as placas de advertência tanto para banhistas, quanto para surfistas.

Em ataques de tubarões:

  • Ligue para o corpo de bombeiros ou chame um salva-vidas;
  • Sempre coloque a região afetada acima do corpo e caso não tenha curso de primeiros socorros, não tente fazer nada para reanimar a pessoa;
  • No local da lesão, pressione com um pano limpo e úmido;
  • Remova a vítima imediatamente do mar e leve-a ao hospital.

Afogamentos

Às vezes, quando um indivíduo vai à praia, se esquece dos perigos a serem enfrentados. Os afogamentos, geralmente, são causados pelo impacto das ondas (as ondas podem puxar um banhista para baixo em praias de tombo), bebidas alcoólicas (o indivíduo tem dificuldade de se banhar até nas partes rasas), depressões (buracos) no fundo do mar e correntes de retorno ( são massas de águas que lançam o banhista mar adentro). Para isso, é necessário tomar medidas que evitem esses acidentes na praia:

  • Supervisione as crianças e adolescentes e alerte-os do perigo;
  • Evite entrar no mar depois de comer muito ou ingerir bebidas alcoólicas;
  • Fique perto de praias com salva-vidas e não entre no mar se não souber as técnicas de salvamento;
  • Não entre no mar se não souber nadar, mesmo com o auxílio de boias, pranchas e outros objetos;
  • Em longos períodos de exposição ao sol, procure não se banhar; caso contrário, você poderá sofrer choque térmico ou desmaiar;
  • Afaste-se das costeiras e das pedras, pois você poderá ser derrubado pela força das ondas.

Os Melhores Restaurantes em Arraial do Cabo

Restaurantes em Arraial do cabo com melhores avaliações no TripAdvisor. Astral Beach Food Japonesa Americana Havaiana Saudável Opções vegetarianas Rua Carlos Gomes, 19 | Esquina com a Av. Liberdade, Arraial do Cabo, +55 22 [...]

Arraial do Cabo, Rio de Janeiro

Sabe aqueles cenários de filme que você acha que nem sequer estão ao seu alcance? Paisagens com cores vibrantes, incontáveis tons de azul se espalhando entre o céu e o mar, areias branquinhas que [...]