A Ilha Grande é simplesmente um dos lugares mais lindos e incríveis do Brasil e, portanto, ponto de passagem obrigatório para quem queira conhecer mais a fundo o litoral do Rio de Janeiro.

Uma das coisas que mais impressiona quem a conhece é o seu tamanho: com 193Km², Ilha Grande é a 6ª maior ilha do Brasil.
Isso está muito longe de significar que seja uma ilha cheia e muito povoada: Sua população é de somente 5.000 habitantes, a qual vive principalmente da pesca e do turismo.

O turista terá a opção de passear por mais de 20 praias diferentes, sem contar as muitas cachoeiras e trilhas que existem por toda a extensão da Ilha. Você irá se deparar com vistas incríveis, águas cristalinas, peixes e outros animais marinhos, tudo isso com os lindos morros cobertos por Mata Atlântica nativa como plano de fundo.

Como chegar na Ilha Grande?

Uma coisa importante a se levar em conta é que de nenhuma forma o turista poderá chegar de carro até a Ilha Grande. Isso porque não existem pontes nem balsas que transportem veículos particulares, além de serem proibidos os veículos automotivos em toda a ilha, sendo isso parte de sua estratégia de preservação.

Outro ponto de atenção é que existem três possíveis lugares de chegada até Ilha Grande, e quatro pontos de saída. A depender de onde o turista queira se hospedar e também de onde esteja vindo, convém determinado trajeto. Veja os detalhes a seguir:

O primeiro ponto de embarque possível para Ilha Grande fica na cidade de Angra dos Reis, no Cais da Lapa (centro da cidade). Apesar de este ponto fornecer ao turista a opção de viajar para qualquer um dos pontos de chegada (Vila de Abraão, Bananal, ou Araçatiba), as embarcações que saem de Angra dos Reis têm horários mais restritos. Para a Vila de Abraão, a embarcação disponível faz somente uma viagem de ida e volta por dia, vindo de Ilha Grande pela manhã e voltando para lá à tarde. Portanto, se escolher essa embarcação, você chegará no final da tarde em Abraão. O custo desse barco é de R$17 por pessoa e a viagem chega a levar de uma hora até uma hora e meia. Caso você queira ir de Angra para algum outro destino em Ilha Grande, ou mesmo para Abraão com mais conforto e em outros horários, existem diversas empresas e barcos disponíveis no cais, e você pode se informar lá mesmo sobre a disponibilidade.
O segundo ponto de embarque possível é na cidadezinha de Conceição de Jacareí. Este é o ponto mais utilizado pela maioria dos turistas, já que dispõe de maior flexibilidade de horários e uma viagem mais curta, também com menos ondulações. O valor varia de R$35 a R$45 por pessoa e conta com barcos saindo de meia e meia hora até as 18h30 diariamente. O ponto negativo aqui é que o único destino disponível em Conceição de Jacareí é a Vila de Abraão.
Outro ponto de acesso fica na cidade de Mangaratiba, no cais do centro da cidade. Este é o ponto de embarque mais próximo ao Rio de Janeiro, porém dispõe de somente um horário por dia e tem uma viagem bem mais demorada, podendo levar até 1 hora e 40 minutos. O único destino disponível em Mangaratiba também é a Vila de Abraão, e os horários de partida e saída são às 8h e 17h30, respectivamente. Além disso, às sextas-feiras existe uma embarcação extra que faz somente o trajeto de ida até Abraão, saindo às 22h, muito utilizada para quem quer passar o final de semana na Ilha e trabalha até o final da tarde no Rio de Janeiro. O custo da balsa em Mangaratiba é de R$17.
Além destas três opções mais comuns e mais utilizadas para quem vem do Rio de Janeiro, existe também a alternativa de pegar um barco em Paraty, que fica na porção mais oeste do estado do Rio, em direção a São Paulo. As rotas, apesar de um pouco mais caras, são realizadas em lanchas e não demoram mais que 1h20. Geralmente, o único destino disponibilizado pelas empresas é a vila de Abraão.

A História da Ilha Grande

Pertencente ao município de Angra dos Reis, esta enorme Ilha cheia de belezas e atrações naturais tem também uma história muito rica e cheia de reviravoltas, ainda que seu nome seja milenar. Os habitantes iniciais da ilha eram os índios Tamoios, que a chamavam de Ippaun Wasu (“Ilha Grande” em seu idioma). Porém, em 1502 (apenas dois anos após a entrada dos portugueses no Brasil), os portugueses avistaram a Ilha, que foi então cenário de guerras e disputas territoriais até que Dom Pedro II resolvesse compra-la.
A ideia do Imperador era utilizar a ilha como um centro de triagem e quarentena para pessoas doentes que chegavam ao Brasil. Mais tarde ainda foi construído um presídio na Ilha, que estava em atividade até a década de 1990, quando foi demolido. Tanto as ruínas do presídio como do instituto de triagem Lazareto são, desde então, pontos turísticos abertos ao público.

Principais lugares para se conhecer em Ilha Grande

Vila do Abraão

Ponto de chegada da maioria dos turistas, a Vila do Abraão é o local mais habitado e agitado da ilha. Conta com restaurantes, mercados, padarias, farmácias e outras coisas que os turistas possam necessitar e que em outros locais da ilha o acesso seria muito difícil. Além disso, a Vila do Abraão se encontra de frente para uma enseada belíssima, com as praias do Canto, da Julia, Morcego e Abraãozinho. Mesmo sendo o local mais cheio, essas opções todas de praia oferecem alternativas sossegadas e mais vazias para quem esteja buscando tranquilidade.

Palmas

A enseada de Palmas fica do lado oposto do braço onde está localizada a Vila do Abraão (ainda que no mesmo lado da Ilha), sendo acessada através de uma trilha razoavelmente difícil e cansativa (principalmente para voltar). Ainda assim, o passeio é recompensado pela paz que emana deste lugar. Existem algumas pousadas bastante simples e rústicas pelo local, que é habitado por somente 70 pessoas. Aqui, o turista poderá praticar mergulhos de superfície com snorkel e certamente se encantará com os cardumes de peixes e outros animais marinhos que poderá admirar.

Lopes Mendes

Simplesmente uma das praias mais lindas do país, Lopes Mendes fica para o lado oceânico da Ilha Grande, de frente para o oceano Atlântico e com vista para a bela ilha Jorge Grego. Com 3Km de extensão, a praia de Lopes Mendes é um grande atrativo para os surfistas que viajam até lá em busca das ondas mais fortes da Ilha. Apesar de muito conhecida, a praia é completamente deserta e não existem opções de hospedagem nem alimentação.

Aventureiro

A praia de Aventureiro fica na parte mais selvagem e primitiva da Ilha, no meio da Reserva Biológica Estadual da Praia do Sul, uma área verde protegida que conta com uma vegetação incrível. Além disso, também em Aventureiro está localizado o Parque Marinho do Aventureiro, um reduto de biodiversidade marinha de deixar encantada qualquer pessoa. Por ser uma área de proteção ambiental, existe um limite máximo de entrada de 560 pessoas por dia, porém a praia conta com opções para comer e campings onde se hospedar.

Dois Rios

Apesar de que a fama da Praia de Dois Rios seja principalmente por conta do presídio que abrigou no passado, certamente essa é uma das praias mais bonitas de Ilha Grande e as paisagens que o turista irá encontrar por aqui ficarão muito mais marcadas em sua memória que a visita às ruínas do presídio. A praia se chama Dois Rios não por acaso: cada lado da praia abriga um rio, ambos unindo-se ao mar num espetáculo que acontece 24 horas por dia, 7 dias por semana. O turista também pode fazer trilhas que dão em cachoeiras incríveis perto da praia de Dois Rios.

Praia Vermelha

Localizada na ponta oeste da Ilha, a Praia Vermelha fica bastante próxima a um dos pontos de chegada a Ilha Grande: Araçatiba. Cheia de mistérios e lendas, leva esse nome porque, segundo os moradores do lugar, os índios quando faziam fogueiras viam que a areia ficava vermelha, e assim a batizaram. Muitos dizem que é verdade, que basta uma fogueira para que a areia da praia fique vermelhinha. Também na Praia Vermelha, o turista poderá mergulhar e conhecer um dos navios náufragos que temos em nossa costa, o California, afundado em 1888. Diariamente são realizados passeios de ida e volta para a Praia Vermelha desde Angra dos Reis, então, caso esteja por lá é uma ótima opção!

Lagoa Verde

Ponto imperdível de Ilha Grande, a Lagoa Verde se encontra entre a Praia Longa e a Praia de Araçatiba, sendo uma ótima opção principalmente para quem chega deste lado da Ilha. As claríssimas águas desse lindo acidente geográfico refletem com muito vigor o verde das montanhas ao redor, cobertas de Mata Atlântica nativa, e por isso seu nome não poderia ser diferente. Além desse espetáculo completamente gratuito fornecido pela natureza, a Lagoa Verde conta ainda com um restaurante flutuante, onde você poderá desfrutar de comidas e bebidas enquanto vislumbra esse cantinho paradisíaco da Ilha Grande.

Lagoa Azul

A Lagoa Azul fica localizada no extremo norte da Ilha Grande, próxima à Ilha dos Macacos. Leva esse nome por parecer-se muito a Port Antônio, na Jamaica, onde foi gravado o clássico dos cinemas “Lagoa Azul”. Esse lugar parece um aquário a mar aberto de tantos peixes, corais e vida marinha que você poderá encontrar aqui, definitivamente um dos melhores lugares para se mergulhar na Ilha.
Saco do Céu
Ao nordeste da Ilha Grande, o Saco do Céu é um antro de biodiversidade marinha e terrestre que encanta a qualquer um que o conheça. É um ponto conhecido porque é destino de uma das trilhas que sai de Abraão. No entanto, cuidado: a trilha é bastante longa, chegando a 2 horas de caminhada, portanto, caso esteja cansado, ir de barco ou taxi-boat saindo de Abraão é a melhor opção. O Saco do Céu é quase inteiro formada por manguezais, o que proporciona uma riqueza grande de corais e outros seres vivos e faz da pesca a principal atividade da região.

Onde se Hospedar em Ilha Grande?

A Vila do Abraão é, de longe, a mais popular entre os turistas devido ao seu fácil acesso e à diversidade de serviços e comércios disponíveis na região. Apesar de praias não muito atrativas quando comparada às outras praias da Ilha, é aqui onde fica o agito noturno e de onde saem a maioria dos passeios que percorrem a ilha. Uma vez aqui, o turista terá a opção de ficar em Pousadas, Hotéis ou Campings, também muito populares na região. Eis aqui algumas sugestões:
Pousada Água Viva: Situada bem em frente à Praia do Abraão, conta com Wi-Fi grátis e acomodações bastante simples, porém limpas e charmosas.
Pousada Pedacinho do Céu: A um quarteirão da Praia, também conta com Wi-Fi grátis e quartos charmosos e agradáveis. Oferece buffet de café-da-manhã e quartos para famílias.
Alfa Camping: Bastante próximo ao Cais das Barcas de Abraão, o Alfa Camping é uma das opções de camping mais conhecidas da região. Tem cozinha com duas geladeiras, 10 banheiros de cada sexo e uma estrutura relativamente boa.
Camping do Sossego: Camping muito bem avaliado entre os viajantes. Local com regras rígidas de limpeza, organização e respeito ao silêncio, sendo assim uma ótima opção para casais que buscam sossego.
O desembarque em Araçatiba é outra opção: sendo o segundo maior centro da região, conta com pousadas e alguns poucos serviços, muito mais simples do que o turista encontra em Abraão. Alguns dos lugares mais conhecidos para se hospedar são:
Pousada Mar de Araçatiba: Localizada na Praia de Araçatibinha, é famosa por seu restaurante que serve frutos do mar durante todo o dia. Conta com quartos modestos e charmosos e uma vista linda para a praia.
Pousada Mar de Sonhos: Super bem avaliada, se trata de uma pousada pet-friendly com vista para o mar e uma área verde muito rica ao seu redor.
Pousada Vila Pedra Mar: A pousada mais chique e famosa de Ilha Grande, a Vila Pedra Mar fica na Praia Vermelha, um pouco acima de Araçatiba.