Lençóis Maranhenses

Ao conhecer os Lençóis Maranhenses, algumas exclamações e interrogações inevitavelmente passam pela sua cabeça: “como eu não conhecia esse lugar?”, “que lugar incrível!” e “nunca vi nada parecido!” são as principais delas. E não é exagero! Estamos falando de um lugar único, de aparência ímpar no Brasil e em grande parte do mundo.

Uma imensidão formada por a areia mais branca e fina que você pode imaginar, numa paisagem simplesmente absurda. Ao chegar nos lençóis você se depara com um mar de areia, e quando vira de volta para a direção de onde veio, você vê um mar de vegetação. Tudo interrompido de repente, numa transição totalmente abrupta de paisagens, algo realmente único de se ver.

Indo no período ideal, você ainda é surpreendido por incríveis lagoas naturais que se formam em dezenas, talvez centenas, ao longo de toda a extensão dos Lençóis.

Se você quer saber tudo sobre esse destino imperdível e um tanto quanto inusitado, leia nosso guia até o final. Traremos as melhores dicas de viagem para os Lençóis Maranhenses.

Quando visitar o parque nacional dos lençóis?

Uma das preocupações mais importantes na hora de se visitar os Lençóis Maranhenses acaba sendo mesmo a escolha de uma data propícia para aproveitar o melhor que este destino pode te proporcionar. Mas calma, isso não significa que você não vai curtir a viagem fora do período que aconselharemos aqui… a única (grande) diferença, é que as lagoas naturais estarão parcialmente ou totalmente secas, e isso dá um ar diferente para a paisagem, que perde um elemento importante no toque de paraíso que tem os Lençóis.

A temporada de chuvas acontece entre janeiro e março. Durante estes meses, portanto, além de as lagoas ainda não estarem totalmente cheias, você também corre um grande risco de ter um ou mais dias de passeio com chuva. Ninguém gosta de pegar chuva no meio do passeio turístico, não é mesmo?

A temporada de seca acontece de outubro a dezembro, e a consequência disso é que as lagoas desaparecem por completo na paisagem, fazendo com que os Lençóis ganhem um aspecto de um deserto das arábias. Com o clima extremamente quente e árido, esta época não é aconselhável por serem frequentes as insolações e pela ausência das lagoas.

Portanto, o período ideal para se conhecer os Lençóis Maranhenses é durante os meses de abril e setembro, quando ainda acontecem chuvas esporádicas, mas nada que vá atrapalhar seu passeio. Ao mesmo tempo, as lagoas já foram abastecidas com água durante a época de chuvas mais intensas, e agora você pode ver o paraíso dos Lençóis em sua plenitude. O ambiente desértico dá lugar para um oásis gigante, com muita água espalhada por uma infinidade de areia.

Quando visitar o parque nacional dos lençóis?

Uma das preocupações mais importantes na hora de se visitar os Lençóis Maranhenses acaba sendo mesmo a escolha de uma data propícia para aproveitar o melhor que este destino pode te proporcionar. Mas calma, isso não significa que você não vai curtir a viagem fora do período que aconselharemos aqui… a única (grande) diferença, é que as lagoas naturais estarão parcialmente ou totalmente secas, e isso dá um ar diferente para a paisagem, que perde um elemento importante no toque de paraíso que tem os Lençóis.

A temporada de chuvas acontece entre janeiro e março. Durante estes meses, portanto, além de as lagoas ainda não estarem totalmente cheias, você também corre um grande risco de ter um ou mais dias de passeio com chuva. Ninguém gosta de pegar chuva no meio do passeio turístico, não é mesmo?

A temporada de seca acontece de outubro a dezembro, e a consequência disso é que as lagoas desaparecem por completo na paisagem, fazendo com que os Lençóis ganhem um aspecto de um deserto das arábias. Com o clima extremamente quente e árido, esta época não é aconselhável por serem frequentes as insolações e pela ausência das lagoas.

Portanto, o período ideal para se conhecer os Lençóis Maranhenses é durante os meses de abril e setembro, quando ainda acontecem chuvas esporádicas, mas nada que vá atrapalhar seu passeio. Ao mesmo tempo, as lagoas já foram abastecidas com água durante a época de chuvas mais intensas, e agora você pode ver o paraíso dos Lençóis em sua plenitude. O ambiente desértico dá lugar para um oásis gigante, com muita água espalhada por uma infinidade de areia.

O que fazer no parque nacional dos lençóis maranhenses?

Basta chegar em São Luís ou em Barreirinhas, a cidade dos Lençóis Maranhenses, para começar a entender toda a variedade de passeios que podem ser feitos nessa viagem. Nas agências de turismo, alguns nomes se repetem e ganham mais destaque, e é justamente destas opções mais famosas que falaremos aqui. Porém, isso não significa nem de longe que estas sejam as únicas opções de turismo no parque nacional dos lençóis maranhenses.

A área protegida do parque cobre uma área de simplesmente 155 mil hectares, o que é muita, mas muita coisa mesmo! É o maior parque de dunas do território brasileiro, e um dos maiores do continente. Ou seja, o que não falta são opções de turismo nesta área, mas nós abordaremos as mais procuradas a seguir:

O Circuito da Lagoa Azul

Assim como a maioria dos passeios que percorrem a região do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, o Circuito da Lagoa Azul parte de Barreirinhas, a cidade mais próxima da entrada do parque, servindo como “base” para todos os viajantes, guias e agências de turismo.

O Circuito da Lagoa Azul pode percorrer diferentes caminhos, dependendo do clima, da duração do passeio e da preferência dos turistas conforme conversam com o guia sobre o que lhes espera. É claro que a Lagoa Azul está inclusa no circuito, e é claro também que você vai conhecer mais do que somente ela. Geralmente os roteiros passam pela Lagoa da Esmeralda, Lagoa da Preguiça, Lagoa da Paz, e mais uma ou outra.

O Circuito da Lagoa Bonita

Saindo no mesmo carro 4×4 que pega as pessoas do Circuito da Lagoa Azul em Barreirinhas, o Circuito da Lagoa Bonita tem como principal diferença o fato de que a rota inclui uma travessia de balsa, o que em dias mais movimentados pode significar uma viagem mais demorada. O caminho também inclui uma subida bastante inclinada em meio às dunas, o que também torna a experiência um pouco mais cansativa.

Mas não pense em desistir desse passeio por conta disso, já que a recompensa ao chegar no topo é mais do que maravilhosa. Uma vista simplesmente incrível te espera, e a Lagoa Bonita obviamente faz jus ao nome, sendo a mais bonita de todas, com muitas lagoas menores espalhadas pelo caminho.

A Lagoa das Emendadas

Aqui o nível de beleza e exuberância ultrapassa todos os limites, já que o turista precisa se enfiar literalmente no meio do parque nacional dos lençóis maranhenses para chegar até a tão famosa Lagoa das Emendadas. Estamos falando de uma viagem que inclui uma boa parte do percurso em caminhada, já que os carros podem chegar apenas até um determinado ponto do local devido às restrições de proteção ambiental em vigor por lá.

Para este passeio, você precisa estar na cidade de Santo Amaro, e não em Barreirinhas como os demais. Isso significa que você conhecerá um outro lado da região do parque dos Lençóis Maranhenses, uma oportunidade que poucas pessoas vão atrás por ser menos conveniente para quem se hospeda em Barreirinhas.

O Canto de Atins

Após mais de uma hora de viagem em 4×4 com o carro balançando e você pensando que parece estar andando em círculos, finalmente você chega ao Canto de Atins. Ele tem esse nome por ser realmente no canto dos Lençóis, situado entre as dunas, o mar e o Rio Preguiças. Ou seja, você tem o melhor dos 3 mundos em um só lugar!

Muita gente passa uma ou mais noites em Atins por ser um local muito tranquilo, mas a maioria dos turistas faz o passeio que vai e volta no mesmo dia. Nessa opção, você geralmente terá também a chance de conhecer um restaurante local com o melhor da gastronomia do Maranhão.

Como chegar nos Lençóis Maranhenses?

O Parque Nacional está situado dentro dos limites do município de Barreirinhas, uma pequena cidade com menos de 70 mil habitantes. É em Barreirinhas que a mágica acontece, ainda que esta não seja a única cidade possível de se hospedar para quem vai conhecer os Lençóis Maranhenses. Santo Amaro e Atins também são locais onde os turistas costumam ficar durante sua estadia.

Por incrível que pareça, existe um aeroporto em Barreirinhas, cuja única origem de voo existente para lá é São Luís, a capital do estado do Maranhão. De qualquer forma, são poucos os turistas que chegam direto de avião, com a maioria preferindo o trajeto de carro entre São Luís e Barreirinhas.

E como chegar de São Luís a Barreirinhas? É um caminho muito fácil, porém, que exige um cuidado extremo por parte dos motoristas devido às péssimas condições de conservação da estrada. Inclusive, o caminho de aproximadamente 250 quilômetros tem uma viagem de duração de quase 4 horas devido a esse problema.

Quanto tempo ficar nos Lençóis Maranhenses?

A verdade é uma só: quanto mais tempo você tiver disponível para passar nos Lençóis, melhor vai ser sua experiência! Se puder se mudar para lá, faça isso! Mas brincadeiras à parte, é verdade… o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses é de uma magnitude gigantesca e o que não faltam são opções de passeio e coisas para se conhecer na região.

Além disso, se você tiver a oportunidade de ficar mais de uma semana por lá, recomendamos que você se hospede em mais de uma das 3 cidades que são pontos de acesso para o Parque Nacional. Estamos falando de Barreirinhas, Santo Amaro e Atins. Um pouquinho de tempo em cada um desses locais é o suficiente para você ter uma noção mais completa e verdadeira sobre o que são os Lençóis Maranhenses.

Aproveite e conheça São Luís

Simplesmente não tem como ir pros Lençóis Maranhenses e não conhecer São Luís do Maranhão por alguns dias que seja. A capital do estado é uma das mais ricas de todo o país do ponto de vista histórico, com um patrimônio arquitetônico, cultural e antropológico de muito valor em seus museus, ruas e comércios.

Para se ter ideia, todo o perímetro do centro histórico de São Luís é tombado e considerado patrimônio histórico, e isso foi coroado pela UNESCO com o título de patrimônio mundial há vários anos.

Onde se hospedar nos Lençóis Maranhenses

Pousada do Porto – Barreirinhas

A pousada do Porto é uma das mais conhecidas de Barreirinhas, considerada maravilhosa pela maioria das pessoas que passam por lá. O atendimento ao cliente e a amabilidade dos funcionários é o ponto mais elogiado do local, sem contar no café da manhã de rei. Os preços são acessíveis, e você pode fechar todos os passeios diretamente da Pousada.

Vila do Junco – Santo Amaro

Uma pousada inaugurada há pouco tempo na cidade de Santo Amaro do Maranhão, uma opção alternativa a Barreirinhas e que promete passeios diferenciados e que vão mais a fundo no parque nacional dos Lençóis Maranhenses. Chalés confortáveis com tudo o que o turista tem direito, inclusive wi-fi com bom funcionamento, café da manhã de qualidade e funcionários bastante atenciosos.

Vila Aty Lodge

Como a maioria das hospedagens em Atins, a Vila Aty Lodge oferece acomodações de alto padrão para turistas exigentes que não têm dó de gastar em prol de sua própria comodidade. Quartos com ar-condicionado de última geração, menu autoral do chef da pousada, e várias opções de passeios com o pessoal do próprio hotel organizando a saída e chegada.

Bares e Restaurantes nos Lençóis Maranhenses

Bambaê Bar e Restaurante – Barreirinhas

O point mais famoso de Barreirinhas e simplesmente um dos mais tradicionais locais de gastronomia maranhense na região. Está à beira do Rio Preguiças e tem um menu bastante versátil, com tudo que é opção para todos os gostos. Os frutos do mar caem muito bem e são feitos com peixes fresquinhos.

Mangue Restaurante – Atins

O Mangue é a estrelinha de Atins no quesito gastronomia. Estamos falando de um restaurante de altíssimo nível com um preço mais do que justo, oferecendo pratos bastante criativos com camarão e frutos do mar. Os sucos de frutas naturais e a cachaça especial da casa são pontos de atenção que são a cereja no bolo e fazem valer a experiência no Mangue.

Hora atual
Hora atual: 12:00, May 18, 2022
Temperatura do ar
Temperatura do ar: 24.2º
Precipitação
Precipitação: 0
Temperatura da água
Temperatura da água: 23.6º
Altura da onda
Altura da onda: m

Avaliação

  • Beleza
    (5)
  • Limpeza
    (5)
  • Localização
    (3)
4.3

Resumo

Não tem como comparar os Lençóis Maranhenses com nenhum outro destino turístico, já que a paisagem e todo o conjunto da experiência de viagem pelos Lençóis é totalmente singular. Com dunas branquinhas e uma imensidão de montanhas de areia, além das lagoas naturais adornando a paisagem, não é à toa que turistas do mundo inteiro vêm conhecer os Lençóis Maranhenses de perto. Uma experiência que todo brasileiro deveria ter o direito a viver.

Pros

  • Paisagem única, com dunas de areia e piscinas naturais formadas ao longo de todo o território dos Lençóis Maranhenses;
  • Os Lençóis Maranhenses ficam em uma região menos desenvolvida do Brasil, o que faz com que a viagem seja bastante barata para quem vive em grandes metrópoles;
  • Existem dezenas de passeios diferentes para se fazer nos lençóis maranhenses;
  • Fácil de chegar para quem vai de São Luís.

Cons

  • Estrada de São Luís para Barreirinhas é muito ruim, de péssima qualidade e segurança comprometida;
  • As lagoas naturais nem sempre compõem a paisagem, já que depois do período de secas elas acabam se esvaindo.
revisão do usuário
0 (0 votos)
Avaliação de comentários 0 (0 Avaliações)

Perguntas frequentes

Em qual cidade se hospedar para visitar os Lençóis Maranhenses?

Você pode ficar em Barreirinhas (a mais próxima dos Lençóis Maranhenses), em Santo Amaro (com passeios que vão mais para dentro dos Lençóis Maranhenses), ou em Atins.

Quando é a melhor época para visitar os Lençóis Maranhenses?

Sem dúvidas, a melhor época para visitar os Lençóis Maranhenses é depois do período de chuvas e antes do período de seca. Isso significa que o período entre abril e setembro é o ideal para curtir os Lençóis Maranhenses ao máximo.

O que são as Lagoas ou Piscinas Naturais dos Lençóis Maranhenses?

As lagoas são simplesmente poças de água acumuladas durante o período de chuvas nos vales formados pelas dunas.

Avaliação

(4.3)

Mapa

Clima tempo

Etiquetas

Compartilhe esta página

Últimas postagens

  • 1083
  • Garota de Ipanema

Garota de Ipanema

Histórias e origens da música que encanta o Brasil e o mundo há mais de 60 anos Se você pudesse chutar qual a música brasileira mais conhecida no mundo e uma das cinco músicas mais [...]

  • 607

Os Melhores Restaurantes em Arraial do Cabo

Restaurantes em Arraial do cabo com melhores avaliações no TripAdvisor. Astral Beach Food Japonesa Americana Havaiana Saudável Opções vegetarianas Rua Carlos Gomes, 19 | Esquina com a Av. Liberdade, Arraial do Cabo, +55 22 [...]

  • 602
  • Arraial do Cabo

Arraial do Cabo, Rio de Janeiro

Sabe aqueles cenários de filme que você acha que nem sequer estão ao seu alcance? Paisagens com cores vibrantes, incontáveis tons de azul se espalhando entre o céu e o mar, areias branquinhas que [...]